Os quatro rostos do mundo [haikus]

Os quatro rostos do mundo [haikus]

by

haiku,

Yosa Buson (Osaka, 1716-Quioto, 1783), poeta e pintor japonês, é hoje considerado um dos quatro grandes poetas de poesia haiku do Japão. Nas palavras de Joaquim M. Palma: «Buson é, dos quatro grandes, aquele que tem uma existência adulta que se pode considerar como sendo a mais “normal” e tranquila. Organizou e manteve até ao fim uma vida familiar tradicional, foi pai, em casa havia dinheiro suficiente para o dia-a-dia […], viajou, dispunha de tempo para se dedicar ao estudo, à escrita e à pintura, teve amigos leais, morreu velho […]. E este estado de coisas reflectiu-se muito na sua escrita. Mercê de uma estupenda capacidade de observação da realidade que o rodeia, do conhecimento profundo que tem dos mestres antigos […], nos seus poemas é perfeitamente perceptível a existência de uma atmosfera de desprendimento, de simplicidade, de liberdade e de ternura pelas coisas pequenas do quotidiano.»

Title:Os quatro rostos do mundo [haikus]
Edition Language:Portuguese
ISBN:9789723721218
Format Type:

    Os quatro rostos do mundo [haikus] Reviews

  • Paula  Abreu Silva

    ROSTO I - PRIMAVERApor sobre a mesapétalas de ameixieira -madrepérolas incrustadasem silêncio chora a ervaquando o sol se põe -orvalhoROSTO II - VERÃOhá neste campo de verãoo caminho por onde c...

  • V.

    "contemplo a luae as gotas de carvalhosão milhares de pérolas caindo"Yosa Buson***Depois de Matuso Bashô e de Issa Kobayashi, a editora Assírio & Alvim apresentou recentemente este livro dedicado ...

  • Marina

    Uma obra prima sem sombra de dúvidas 👏🏻👏🏻...

  • Paulo Alves

    Os Quatro Rostos do Mundo corresponde a uma antologia organizada por um dos discípulos de Yosa Buson, após a morte do mestre, que nunca se interessou em publicar os seus poemas em colecção individ...

  • Lena Lopes

    "deste-me um ramo de azevinhoe isso não me deixa esqueceros frutos vermelhos do teu coração"...

  • MT

    “a manhã há-de chegar e a noite de hoje será esquecida —outono sobre o mundo”———-“esperamos até a lua cheia se afundar pela metade no mar —chuva de primavera”...

  • Sagu do Mal

    flor silvestrepara ler e contemplar -poesia de Buson...